Profissionais na Área de Automação

Olá pessoal!

Neste post vamos descrever os principais cargos ocupados por profissionais que atuam na área de automação industrial. Começaremos pelos profissionais de nível médio/técnico. Este post é um bom ponto de partida para aqueles que desejam entrar
no mundo da automação industrial. É claro que as descrições expostas aqui são generalistas e as atividades finais executadas pelos profissionais podem variar um pouco em cada empresa. Vamos lá…

Técnico em Elétrica/Eletrotécnica

Este profissional pode desenvolver as seguintes atividades:

  • Apoiar a elaboração de projetos elétricos, tanto no dimensionamento de cargas e condutores, quanto na elaboração de desenhos de interligação e dimensional de equipamentos.
  • Montar e/ou efetuar manutenção em painéis elétricos em campo.
  • Efetuar a configuração básica de equipamentos em campo.
  • Realizar testes e diagnósticos de equipamentos e instalações em campo.
  • Gerar relatórios e planilhas.
  • Acessar PLCs de campo para monitoramento de informações, visando a manutenção de um equipamento.
  • Realizar pequenas alterações na programação de um PLC, visando a manutenção ou adequação da lógica às mudanças de campo.

Geralmente, além da formação técnica e registro no CREA, o mercado exige o conhecimento em:

  • Leitura e interpretação de desenhos elétricos/mecânicos.
  • Metrologia, sobretudo na conversão de medidas entre os sistemas métrico e inglês.
  • Ferramentas de Desenho Assistido por Computador (CAD).
  • Ferramentas Office (MS-Word, MS-Excel, OO-Calc, OO-Writer, etc).
  • Softwares de programação de PLCs (Básico)
  • Inglês técnico.

Técnico em Eletrônica/Instrumentação

Este profissional pode desenvolver as seguintes atividades:

  • Analisar e especificar equipamentos, acessórios e até mesmo serviços relacionados a sistemas de medição e controle. 
  • Efetuar o gerenciamento de documentos e sistemas de confiabilidade (aferição de sensores, balanças, medidores específicos que necessitem desse tipo de averiguação, etc.). 
  • Calibrar equipamentos e instrumentos (em laboratório e/ou em campo).
  • Efetuar reparos em circuitos eletrônicos.
  • Elaborar projetos elétricos e/ou eletrônicos de pequeno porte.
  • Acessar software de PLCs e IHMs (Inteface Homem Máquina) para implementação de novas rotinas de pequeno porte ou monitoração de rotinas existentes visando a manutenção ou apoio a atividades de campo.
  • Realizar pequenas alterações em sistemas supervisórios.
  • Programação de controladores dedicados (ex: Microcontroladores).
Geralmente, além da formação técnica e registro no CREA, o mercado exige o conhecimento em:
  • Leitura e interpretação de desenhos elétricos/mecânicos.
  • Conhecimentos básicos de estatística (média, desvio padrão, erros relativo e absoluto, etc.)
  • Ferramentas de Desenho Assistido por Computador (CAD).
  • Ferramentas Office (MS-Word, MS-Excel, OO-Calc, OO-Writer, etc).
  • Softwares de programação de PLCs, IHMs e supervisórios (Básico/Intermediário)
  • Uso de equipamentos de medição e teste em campo e bancada (multímetro, osciloscópio, gerador de sinais, etc.).
  • Conhecimentos em redes industriais e de TI.
  • Inglês técnico.
Técnico em Mecatrônica/Automação Industrial
Este profissional pode desenvolver as seguintes atividades:
  • Apoiar engenheiros na elaboração de projetos de sistemas de controle e automação.
  • Elaborar programas para PLCs e/ou controladores dedicados. 
  • Controlar documentação de projetos, tais como desenhos, softwares, aplicativos, relatórios e manuais.
  • Apoiar a instalação de equipamentos em campo.
  • Efetuar a programação de dispositivos de campo, tais como remotas de I/O, inversores de frequência, dispositivos para redes industriais, etc.
  • Analisar a especificação para aquisição de componentes e equipamentos.
  • Acessar software de PLCs para monitoração de rotinas existentes visando a manutenção ou apoio a atividades de campo.
  • Atuar na programação de sistemas supervisórios e IHMs.
  • Coordenação de equipes de técnicos.
Geralmente, além da formação técnica e registro no CREA, o mercado exige o conhecimento em:
  • Leitura e interpretação de desenhos elétricos/mecânicos.
  • Ferramentas de Desenho Assistido por Computador (CAD).
  • Ferramentas Office (MS-Word, MS-Excel, OO-Calc, OO-Writer, etc).
  • Softwares de programação de PLCs, IHMs e Supervisórios. (Avançado).
  • Dispositivos embarcados (atualização de firmware, diagnósticos e programação).
  • Conhecimentos em redes industriais e de TI.
  • Inglês intermediário/avançado.

Técnico em Informática Industrial
Este profissional pode desenvolver as seguintes atividades:
  • Elaborar programas para PLCs e/ou controladores dedicados. 
  • Controlar documentação de projetos, tais como desenhos, softwares, aplicativos, relatórios e manuais.
  • Atuar na programação de IHMs.
  • Atuar na programação de sistemas supervisórios, com acesso a banco de dados.
  • Desenvolvimento de softwares e rotinas especiais.
  • Apoiar o projeto de redes e infraestrutura de TI para sistemas de automação e controle.
  • Desenvolver/gerenciar sistemas de backup de aplicativos de equipamentos, bem como controlar as alterações realizadas.
  • Instalar e configurar servidores OPC – OLE for Process Control.
  • Apoiar a implantação e manutenção de sistemas PIMS.
Geralmente, além da formação técnica e registro no CREA, o mercado exige o conhecimento em:
  • Ferramentas de Desenho Assistido por Computador (CAD).
  • Ferramentas Office (MS-Word, MS-Excel, OO-Calc, OO-Writer, etc).
  • Softwares de programação de PLCs, IHMs e Supervisórios. (Avançado).
  • Linguagens de programação orientadas a objetos C++, VB, Delphi, Java, etc.
  • Bancos de dados (SQL Server, Oracle, MySQL, etc.).
  • Conhecimentos em redes industriais e de TI.
  • Inglês intermediário/avançado.
Conclusão
Este post não tem a pretensão de encerrar este assunto, mas de maneira geral, as equipes de automação industrial são compostas por pessoas com as formações indicadas. O leitor poderá usar o espaço de comentários para enviar críticas ou sugestões para serem agregadas neste post.
Referências
Para informações adicionais sobre as descrições de ocupações de qualquer área, o leitor poderá buscar a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do Ministério do Trabalho e Emprego.
Anúncios

Um comentário sobre “Profissionais na Área de Automação

  1. Parabéns pelo Blog Adaílton!
    São informações básicas e ao mesmo tempo muito esclarecedoras para muitos profissionais.
    Sou técnico em automação industrial, porém, tenho exériência de apenas dois anos operando sistema supervisório em sala de controle de tráfego. Esta experiência, ao meu ver, não me trouxe novos conhecimentos. Agora estou interessado na cadeia petrolífera. O que você me indicaria como leitura para enriquecer o conhecimento e dar um “up” no currículo?

    Um abraço e sucesso em sua carrreira amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s